domingo, 11 de novembro de 2007



Hoje chorei. Chorei porque doeu, magoou, feriu. Apesar de tudo sou feliz, felicíssima de facto…chorar é sem duvida a expressão mais espontânea e pura de qualquer sentimento. Já chorei de tristeza, já chorei de alegria, já chorei de raiva…hoje chorei porque não foi justo…mas não me interessa. Não quero saber, é-me indiferente. Chorar não mudou nada. Só fortaleceu o que já existia. Já chorei, choro e chorarei toda a vida. Por ti, só e apenas por ti, porque sem ti não valia a pena chorar. Era escusado. Chorar sem o ombro de apoio, sem o mimo que nos faz sorrir a seguir, sem o simples beijo na testa que diz claramente “Não chores mais porque estou aqui.”. Mas vou chorar, nunca vou deixar de chorar. Porque posso, porque me é permitido, porque te tenho a ti para me abraçar. E é por ti que choro, por aquilo que significas para mim, por tudo o aquilo que implica a tua existência. Por tudo. Pelos bons momentos, pelos menos bons…por todas as discussões, por todas as gargalhadas, por todas as noites, tardes, manhãs…por todos os telefonemas…agora, choro de alegria. Choro muito…lacrimejo descontroladamente porque te tenho a ti para chorares comigo. Ontem, hoje e sempre.


dedico-te a ti. FAFL

5 comentários:

*@* Morrigan *@* disse...

possa, lindíssimo, forte, franco, mas acima de tudo lindo!! keep going ;o)

Anónimo disse...

Nem sei por onde começar...

EU sei o quanto é importante para ti eu escrever este comentario e por isso desculpa se nao corresponder as tuas expectativas.
Conseguiste fazer-me chorar com o teu texto e sabes bem o quanto é dificil isso acontecer.
A coisa que eu mais odeio neste mundo é ver-te chorar e acredita que sempre que isso acontecer dar-te-ei um beijo na testa com o significado que tu sabes e mais uma vez DESCULPA...
Embora tenha sido um mau momento considero-o positivo pois permitiu-nos crescer com isso e torná-lo-emos num bom momento numa proxima vez..."Pelos bons momentos, pelos menos bons…por todas as discussões, por todas as gargalhadas, por todas as noites, tardes, manhãs…por todos os telefonemas" e acrescento por todos os momentos que virao bons e menos bons e continuarei a dar-te na cabeça sempre que fizeres asneira :P
ÉS SIMPLESMENTE FANTASTICA
AMO-TEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE

Anónimo disse...

*bons (e lembra-te que continuarei a "dar-te na cabeça" sempre que fizeres asneiras)

FAFL

Anónimo disse...

Olá Joana, a tua Mãe falou-me da publicação dos teus textos. Logo que tive oportunidade fui lê-los. Quero dar-te os meus sinceros parabéns quer pela tua capacidade de expressão escrita, quer pala maturidade que a tua tenra idade já revela, quer pela enorme sensibilidade à vida que os teus textos demonstram!!! Contínua, miúda que vais muito bem. Adorei Beijinhos da Luísa Galvão

Anónimo disse...

miuda sabes q apesar de ultimamente n estarmos fortemente ligadas, q estou aqui para tudo! contigo sempre! amo.te beijinho. Bifia