sábado, 5 de abril de 2008

Pontuação de um momento


Sacrifício. Ponto. Dor. Ponto final e parágrafo.
Um último bocejo, um último toque antes de partir, virgula,
Olhar para trás, ponto e virgula; ver o que fica para trás, ponto.
Agarra-me antes que caia daqui para baixo,virgula
Olho para ti, ponto. Sorris, ponto.
Analisando esta pontuação, foi o momento parado,
Mas sei que foi em locumução, quando me agarraste em ti
Quando a primeira aparição te deu boa impressão,
Também achaste que não era agora. Ponto e parágrafo.
Não me arrependo porque sorri
Escrevi os verbos que inalaste e que hoje digeres
Não vou longe porque a minha colónia deixa o rasto que seguirás
Ponto.
Terra,virgula, o sitio em que queres ficar
Porque sonhaste ser terrestre ainda agora sorriste, já angustias
Calma, ponto. O ponto indica a pausa para respirares
Um novo sentido de partida.Ponto.
Vou ali, ali à esquina só por um pouco, pelo meio da calçada
Mas deixa-te ficar aí que ainda não acabou,virgula,
Mal começou.
Venho já, reticências ...porque estou reticente em dizer que não te amo.

Eduardo Coreixo

1 comentário:

a girl disse...

Quem quer que tenha escrito .. Está fantástico !
Parabéns !