quinta-feira, 1 de novembro de 2007

O significado das coisas


Vem sentar-te ao pé de mim.
Quero sussurrar-te ao ouvido
o significado das coisas,
o significado dos sinais.

Olha, sabes o que significa
não poder estar sem te sentir?
Sim, eu sei que isto é um lugar comum
mas é em comum contigo que quero estar.
No mesmo lugar que tu,
a ter calor vindo de ti,
a teres calor vindo de mim...
Deita-te comigo. Quietos.

Olha, sabes o que significa
não poder estar sem:
uma lista infindável de verbos
que implicam os mesmos dois sujeitos?

Sabes o que significa não poder
subsistir sem ti?...

Sabes o que é não poder rir
quando te arrepias
por te respirar ao ouvido?

Sabes o que é ir em silêncio
no carro, já sentindo saudades
quando ainda estás junto a mim?
(imagina o último beijo,
quando te deixo ao portão de casa).

Olha, sabes o que é escrever e reescrever
cem vezes um poema?...
Tudo porque nunca está à tua altura.

Sabes o que é estar desconsertado
e gostar do concerto, da melodia
que se toca no meu coração?

Isso tudo é o mesmo do que
passar-te a mão pela cara,
(linguagem gestual),
numa tentativa de silenciar
algo que quero gritar bem alto!

Mas tenho medo.
Fico nervoso.
Estou sempre nervoso.
Bem, tu sabes.
Tu sabes-me.
E apoias-me.
E fazes tudo por mim.
E choras, mas eu faço-te rir.
E és perfeita.

Isso tudo é o mesmo do que
passares-me a mão pela cara,
(linguagem gestual),
numa tentativa de silenciar
algo que queres gritar bem alto!
e
isso tudo é o mesmo do que
passar-te a mão pela cara,
(linguagem gestual),
numa tentativa de silenciar
algo que quero gritar bem alto!

Tu sabes o que é isso tudo.
Tu sabes o significado das coisas.
Nós somos isso tudo,
nós somos o significado das coisas.


Eduardo Rilhas

Foto: Gonçalo Gameiro
Ps: peço desculpa aos modelos mas a foto era boa demais para não aproveitar.

3 comentários:

claudia disse...

Não sei se vais entender o porquê deste comentário, nem eu acabo por saber bem o que quero dizer... Simplesmente, este prendeu-me. É toda a luta, toda a Arte, toda a vida a fazer sentido. Da maneira mais doce que se pode imaginar. ;)

Obrigado pela tua escrita. ********

pandeiretas disse...

Apenas... maravilhoso!!!

ccbp disse...

parabens, sabes porque?, porque é simplesmente maravilhoso.

madrinha